quarta-feira, 30 de julho de 2014

Idoso sai para pescar e desaparece em Santa Inês, MA

Aposentado Joel Vieira da Silva, 68 anos, foi a um lago com a família. Está desaparecido há 11 dias e polícia não tem pistas do que teria ocorrido.

Do G1 MA, com informações da TV Mirante

O aposentado Joel Vieira da Silva, 68 anos, saiu para pescar em um lago no bairro Aeroporto, em Santa Inês e desapareceu, há 11 dias. O lago fica próximo à casa da família. 

"Minha mãe e meu irmão foram pescar de caniço e ele levou a tarrafa. Chegando em determinado horário ele se separou deles. Eles ficaram na moita e depois vieram, esperaram e ele não veio. Foram para casa e acharam estranho ele não ter aparecido. Depois, procuraram, procuraram. No dia seguinte tiveram ajuda dos vizinhos. Procuraram debaixo d'água e nada", contou no filho, Joel Júnior Vieira.

Joel Vieira sumiu no dia 18, um sábado à tarde. Três dias depois a família conseguiu apoio do Corpo de Bombeiros de São Luís. O reforço veio do Grupo Tático Aéreo. Os policiais sobre voaram o lago e a mata nos arredores por cerca de uma hora. No fim da tarde, o grupo finalizou as buscas e também não encontrou nada.

O delegado regional da Polícia Civil em Santa Inês, Valter Costa, disse que o caso está sendo investigado. Algumas pessoas já prestaram depoimento na delegacia, mas até agora não há nenhuma pista concreta do que pode ter acontecido ao idoso.

terça-feira, 29 de julho de 2014

Gerente da agência dos Correios de Central é baleado e feito refém



Um assalto à agência dos Correios do município de Central do Maranhão foi registrado, nesta terça-feira (29). Segundo informações da polícia, dois homens armados entraram no local e anunciaram o assalto.

Na fuga, os assaltantes utilizaram o carro do gerente da agência, Elisson Marcos Barros Sousa, que foi baleado e levado como refém. Um vigilante da agência também foi levado. Ainda de acordo com a polícia, um helicóptero do Grupo Tático Aéreo (GTA) está na região para auxiliar nas buscas pelos criminosos. A polícia acredita que eles estejam escondidos em uma área de matagal.

Em nota, os Correios informaram o gerente está em um hospital particular e não corre risco de morrer. Informa, ainda, que todas as medidas de segurança já foram tomadas.

Veja a nota na íntegra.

Os Correios informam que, na manhã desta terça-feira (29), o empregado Elisson Marcos Barros Sousa, gerente da Agência de Correios do município de Central do Maranhão, foi vítima de disparo de arma de fogo durante assalto à unidade.

A agência conta com sistema de monitoramento de imagens, vigilância armada, cofre com retardo de abertura, alarme, botão de pânico com comunicação direta à Polícia Militar e, ainda, todos os empregados orientados a não reagir nestes casos, porém a ação criminosa foi de grande violência, alvejando o empregado dos Correios.

Todas as medidas de segurança foram tomadas: as polícias Militar, Civil e Federal foram comunicadas do ocorrido, o Sr. Elisson Marcos Barros Sousa foi conduzido em um helicóptero da Polícia Militar e já se encontra em um hospital particular de São Luís, onde está fora de perigo. Os Correios estão prestando total assistência ao empregado e à sua família.

Do Imirante

Morre o jornalista Arimathéa Athayde, 1º secretário de Comunicação do Maranhão



Faleceu, na madrugada desta terça-feira (29), no Hospital UDI, aos 91 anos, o jornalista, professor e escritor José de Arimathéa Athayde Lima, primeiro secretário de Comunicação Social do Maranhão, no governo de João Castelo (1979/1982). Arimathéa Athayde foi, também, professor de Comunicação Social na Universidade de Brasília (UNB) e correspondente do jornal O Globo. Tinha várias obras lançadas e era muito respeitado na comunidade intelectual.

O ex-prefeito João Castelo Lamentou a morte do companheiro, destacando:

- O Arimathéa foi meu amigo, desde quando eu tinha 8 anos de idade, em Araioses, onde meu pai foi juiz. Posteriormente, quando exerci o primeiro mandato de deputado federal. Voltamos a trilhar juntos o mesmo caminho em Brasília, onde ele foi professor e correspondente de o Globo -, assinalou o ex-prefeito.

Arimathéa Athayde foi um dos profissionais da Comunicação mais brilhantes. “Ele era um grande intelectual, dono de um texto irretocável, porque tinha talento e foi um dos maiores conhecedores da língua portuguesa”, acrescentou.

“Ele foi inovador em tudo o que fez. Na Secom, cercou-se de jovens talentos, como o Antonio Carlos Lima, que posteriormente exerceu o mesmo cargo, no governo do Lobão e que hoje é membro da Academia Maranhense de Letras. O Arimathéa tinha talento, conhecimento e era um profissional de larga visão”, acrescentou Castelo.

(Blog do Luis Cardoso)

IFMA lança cursos do PRONATEC, hoje em Viana

Divulgação
Viana - Uma grande oportunidade para os vianenses, principalmente os jovens. O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFMA - Campus Viana), lança hoje, na sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Viana, às 18h, vários cursos do PRONATEC - Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego, com a presença do Magnífico Reitor do IFMA, Carlos Brandão; do prefeito Chico Gomes e autoridades do município.

Os cursos do Pronatec serão ministrados na sede provisória do IFMA - Campus Viana, na Av. Luis de Almeida Couto (ex-escola Darcy Ribeiro). 

O que é pronatec? 

Com o objetivo de facilitar o acesso ao ensino de qualidade para os brasileiros de todo o país, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo Governo Federal, em 2011, ampliando a oferta de cursos técnicos. 

O Pronatec tem como objetivo democratizar a educação profissional e técnica, através do aumento do número de vagas, ampliação de instituições pelo país e bolsa de estudos aos interessados. Uma excelente oportunidade para iniciar a carreira no mercado de trabalho, o Pronatec visa o seu crescimento profissional.

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Aposentado aparece vivo no próprio enterro



Os filhos de Romão foram até o local descrito pelo amigo na zona rural e já voltaram abraçados com ele Foto: Silvio Vieira / Clique Piripiri

O DIA - O aposentado Manoel Romão, 67 anos, deu um grande susto em seus familiares e amigos. Mas no fim da história, todo mundo ficou feliz ao vê-lo novamente na tarde do último sábado. Em um cena inusitada, Romão compareceu vivo ao cemitério em que ocorreria o seu próprio sepultamento na cidade de Piripiri, localizada ao Norte do Piauí. O aposentado foi dado como morto após ter sido confundido com um ciclista atropelado e que morreu na BR-343, na madrugada de sexta-feira.

Romão estava sumido há três dias. Preocupados, os familiares começaram a procurá-lo por toda a cidade. Ao serem informados sobre o atropelamento, os filhos foram até ao hospital em que a vítima do acidente chegou para ser atendida. Mesmo sem identificação, o corpo, segundo as informações passadas para os parentes, tinha as mesmas características de Manoel Romão.

A irmã do aposentado, Francisca Maria Oliveira, disse que o fato foi uma grande coincidência. Segundo ela, a pessoa atropelada parecia mesmo muito com o irmão dela e usava roupas iguais. Ela contou que seu filho e outro parente foram ao hospital e acharam a vítima tinhas as mesmas características de Romão. Eles disseram que a pessoa estava com short da mesma cor e com uma bicicleta igual a que o aposentado usava. A dificuldade para reconhecer o corpo se deu pelo fato de o rosto estar desfigurado.

ENGANO

De acordo com amigos, o engano foi desfeito, poucos instantes antes do enterro. Um dos presentes ao velório relatou ter visto o aposentado na zona rural. Ao reconhecer o erro, a família tentou devolver ao IML o corpo que seria enterrado no lugar do de Romão.

Foi quando parentes do morto revelaram o nome da pessoa que foi atropelada e que estava sendo velada. Ela foi identificada como Eliomar Moreira Félix.

Os filhos de Romão foram até o local descrito pelo amigo na zona rural e já voltaram abraçados com ele. Ao chegar no cemitério, todos correram para abraçar o aposentado. Francisca disse que estava feliz, apesar de lamentar a morte da outra pessoa.

Sobre como o irmão reagiu ao chegar no seu próprio enterro, ela explicou que que Romão ficou surpreso e chegou a brincar dizendo que estava “mais vivo do que nunca”. Francisca disse que a família tentará hoje cancelar os documentos que oficializaram a morte de Romão.

A campanha eleitoral e o risco de vida…



Blog do Marco D'Eça

Não é de hoje que se ouve dos candidatos a deputado federal e estadual lamentos da vida que levam nas estradas do Maranhão em busca de mandatos eletivos.

São rotinas estafantes, com viagens, geralmente de carro, em busca do voto nos mais longínquos municípios maranhenses. Isso sem falar na cansativa viagem de ida e volta a Brasília, no caso dos já detentores de mandato.

E essa correria desenfreada pelo voto – ou mesmo pela visita às bases, nas épocas sem eleição – são fatores de alto risco para acidentes, aéreos ou terrestres.

Os deputados estaduais Rubens Júnior e Eliziane Gama – ambos em busca de mandato na Câmara Federal – sofreram as consequências desta rotina neste fim de semana.

Na noite de sábado, Eliziane bateu a caminhonete em que viajava na região entre os municípios de passagem Franca e Buriti Bravo.
Veículo envolvido no acidente com Eliiane Gama

Veículo envolvido no acidente com Rubens Júnior
Hoje pela manhã, Rubens Júnior também envolveu-se em acidente, nas proximidades de Caxias.

Apesar de pouca divulgação na mídia, são mais comuns do que se pensam os acidentes envolvendo políticos em busca de votos nas estradas – e nos ares do Maranhão.

Em 1995, três deputados estaduais morreram na queda do avião em que seguiam para o interior.

Em 2011, poucos meses após assumir mandato, o deputado federal Luciano Moreira (PMDB) morreu em acidente de carro na estrada de Barreirinhas.

Entre os dois casos, vários outros se sucederam, com destaque para a morte dos prefeitos de Morros, Clóvis Bacelar, e de Zé Doca, Isaias Cavalcante, nas estradas a caminho de São Luís.

Também candidato a deputado estadual, Adriano Sarney sofreu acidente de avião no início do ano, mas conseguiu escapar sem ferimentos.

A própria Eliziane Gama perdeu uma assessora, em acidente  de carro, há dois anos.

A rotina de campanha para deputados estaduais, federais, e até candidatos a senador e a governador é tensa e estafante.

É preciso avaliar se esta rotina vale, realmente, a pena…