quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Construção do IFMA de Viana será autorizada nesta sexta-feira



Solenidade acontece às 10h no terreno, localizado no Povoado São Pedro (MA-014), onde a unidade pública e especializada de ensino será implantada.
Campus Misto (urbano e rural) similar ao que será construído em Viana - Foto ilustrativa
Viana – A Diretoria do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão, (IFMA) e o prefeito Chico Gomes (DEM) assinam nesta sexta-feira (24), às 10h, ordem de serviço autorizando o início da obra de construção de uma unidade do IFMA no município de Viana.

A assinatura da ordem de serviço acontece no terreno, de mais de 30 mil metros quadrados, onde a unidade pública e especializada de ensino será construída. Além dos vianenses, estão sendo aguardadas várias caravanas de prefeitos e da população das cidades vizinhas que serão beneficiadas com o projeto.

O IFMA vianense será implantado em um terreno doado pela Prefeitura e que fica localizado no Povoado São Pedro, próximo à Sede da cidade e às margens da MA-014, próximo ao entroncamento que liga Viana às cidades de Penalva e Matinha.

A sua instalação é um antigo sonho da população vianense e da região da Baixada, pois o IFMA vai oferecer ao povo do município e cidades vizinhas, em especial aos jovens, ensino profissionalizante de qualidade.

O Presidente da Câmara de Viana, vereador Jeferson Gomes, Francisco Roberto B. Ferreira, Reitor do IFMA, Chico Gomes, Prefeito de Viana, Agenor Almeida Fillho, Diretor de Desenvolvimento Institucional do IFMA (DDI), em visita ao terreno do IFMA, em 2013.
Com aproximadamente cinco mil metros quadrados de área construída, o campus do IFMA de Viana será uma escola rural e mista orçada em aproximadamente R$ 10 milhões oriundos do MEC/Governo Federal: R$ 8 milhões na implantação e mais R$ dois milhões em equipamentos, segundo anunciou o Reitor Francisco Roberto Brandão, em audiência na prefeitura de Viana. A instituição já tem 26 novas escolas em todo o estado, cumprindo seu compromisso educacional e de expansão com novos cursos e unidades.

O campus de Viana vai oferecer biblioteca, auditório com 240 lugares, refeitório, cantina, dez salas de aula, laboratórios, área de convivência, área administrativa e estacionamento.

Enquanto a obra de construção do campus não for concluída, serão oferecidos cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) em instalações provisórias. Alguns desses cursos, sugeridos em audiência pública no ano passado já foram aprovados, como ASSISTENTE ADMINISTRATIVO, PSICULTURA e AGRICULTURA FAMILIAR e, já devem ser oferecidos ainda neste primeiro semestre em Viana.

O governo deslanchou

Em conversa informal, hoje, com o editor do Blog, o prefeito Chico Gomes afirmou que antes do carnaval será anunciado um grande programa de obras e convênios para o município, tanto na Sede como na Zona Rural, o que vai gerar emprego e renda e incrementar a economia de Viana. “Agora sim, com a casa em ordem, vamos mostrar como é que se trabalha para o povo”, disse.

Gomes disse também que vê a chegada do IFMA como um marco do progresso de Viana. “Recebemos o IFMA de braços abertos como um símbolo da chegada do desenvolvimento da nossa cidade e da região. Viana é uma cidade Pólo, que precisa crescer na área educacional e a Prefeitura cumpriu todas as etapas para recebermos este benefício, que vai absorver mão de obra local e preparar os nossos jovens para o mercado de trabalho” afirmou o gestor.

Saiba mais

O IFMA a ser construído em Viana é do modelo misto, ou seja, atenderá as área urbanas e rural de todas as cidades vizinhas. O projeto, a licitação, a construção e o funcionamento serão de responsabilidade do Governo Federal. O IFMA terá capacidade para matricular 1.200 alunos, empregar quarenta professores além de dezenas funcionários federais, o que vai incrementar a economia e exigir mais investimentos na infraestrutura da cidade.

De acordo com informações do MEC, para definir o número de campi universitários e de escolas de educação profissional por estado, o governo federal orientou-se por uma série de critérios, entre os quais estão os baixos índices de desenvolvimento da educação básica (IDEB) e a porcentagem de jovens de 14 a 18 anos nas séries finais do ensino fundamental. Na escolha dos municípios a serem contemplados, considerou a universalização do atendimento aos territórios da cidadania, a alta porcentagem de extrema pobreza, municípios ou microrregiões com população acima de 50 mil habitantes e os municípios com arranjos produtivos locais (Apl). Nesta etapa foram selecionadas oito cidades do maranhão: Itapecuru Mirim, VIANA, Pedreiras, Presidente Dutra, Grajaú, Araioses, São José de Ribamar e Coelho Neto.

5 comentários:

Anônimo disse...

É uma bênção para o povo da baixada e em especial para os jovens vianenses. Com a implantação do IFMA em nossa cidade, abrem-se novas pespectivas de capacitação e formação continuada a toda esta juventude. O Ifma,com certeza,dará aos nossos jovens um horizonte mais promissor na qualificação para ingresso no mercado de trabalho

Luiz Antonio Morais disse...

Grato pela participação. Sds.

Fabrício M. Oliveira disse...

Depois de concretizada a Construção do IFMA e, posteriormente, a formação dos alunos, devemos torcer para que grandes empresas venham a se instalar em Viana para contratar esse mão de obra qualificada.

Anônimo disse...

Meu caro jornalista,

É do conhecimento público que o edital dessa "contratação" está sendo questionado na Justiça Federal do Maranhão por vício de legalidade, processo n.º 36330-32.2013.4.01.3700 ( 5.ª vara), estando "subjudice", com decisão pendente.

Nada contra a construção do Instituto de Educação, nada de partidarismos. Contudo esta Ordem de Serviço foi emitida com açodamento e imprudência.

Anônimo disse...

Que ótima notícia, essa iniciativa do governo federal, nossa cidade merece e estava precisando.