quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Ribeirinhos temem elevação do nível do Rio Pindaré


Medo é que eles precisem sair de casa por causa da água. Moradores sabem do risco de ficarem desalojados é uma realidade.

Famílias que moram próximas às margens do Rio Pindaré, na região central do estado, estão apreensivas com as chuvas dos últimos dias. O medo é que o nível da água suba rapidamente e os ribeirinhos sejam obrigados a sair de casa.

O nível do rio já começou a subir. Os moradores mais atentos sabem que com a elevação das águas, o risco de ficarem desalojados é uma realidade e por isso já estão se preparando para enfrentar dias difíceis.

"Se encher vamos fazer igual aos outros anos: ficar aqui. Mas, quando a enchente é muita, muitos saem", disse a pescadora Maria Santos.

Todos os anos uma rua fica submersa. A água chega a passar de um metro de altura. Nem a elevação do assoalho das casas livra os moradores da Rua São Pedro, em Pindaré, de terem as
casas invadidas pela água.

A última grande enchente do Rio Pindaré aconteceu em 2009, ano em que cerca de 90% dos ribeirinhos tiveram que deixar suas casas. De lá para cá, as cheias do rio não chegaram a causar
muitos transtornos. Mesmo assim, todo começo de ano é época de preocupação para esses moradores.

Do G1 MA, com informações da TV Mirante

Nenhum comentário: