sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Uma Avenida na contramão

A simples postagem de uma foto da Avenida Luis de Almeida Couto, principal artéria de Viana, provocou centenas de comentários indignados dos usuários do Facebook (reveja) revelando que a população, principalmente os jovens estão ligados e não aprovam o estilo “marcha lenta” adotado pela atual administração vianense. A obra que foi anunciada com estardalhaço pela mídia “chapa branca” de Viana e que seria uma completa revitalização da via, se arrasta a mais de quatro meses, causando inúmeros prejuízos aos comerciantes e motoristas da cidade dos lagos. 

A avenida, bem minúscula, com cerca de 2 km, foi inaugurada na década de oitenta, pelo então prefeito Djalma Campos (já falecido) e ocupou a área conhecida como Campo de Aviação, no bairro Barreirinha. O entorno da obra foi loteado e era promessa de um novo centro comercial e habitacional, capaz de impulsionar a decadente economia vianense. Ali foi erguida a nova rodoviária e, aos poucos, alguns hotéis, restaurantes, bares e residências de alto padrão foram surgindo, ao mesmo tempo em que vândalos destruíam os canteiros, quebravam lâmpadas e, até um lixão predominava no seu trajeto. Próximo da saída da cidade, uma imponente cerâmica contrasta com o visual de outras casas mais humildes, emitindo poluentes e queimando o pouco que ainda resta da nossa mata nativa.
O que seria a redenção da via - abandonada, cheia de buracos, escura, sem sinalização e apelidada de “quebra-costelas”  - foi o anúncio da construção de um Centro Comercial – no estilo de um pequeno shopping – que abrigaria uma agência da Caixa Econômica Federal. Já passaram mais de três anos, a Caixa já está funcionando e o tal “shopping” encalhou nas obras. Recentemente, o Tribunal de Justiça anunciou a construção de um novo Fórum, ao lado do prédio do Ministério Público, e próximo da sede do INSS, instituições que ajudaram a valorizar a área, após suas instalações.

Segundo informações, a revitalização da avenida seria bancada pelo Governo do Estado, promessa de campanha da candidata Roseana Sarney, por meio de um convênio, que não vingou pelo fato da prefeitura de Viana estar inadimplente. Mais uma obra perdida!
Eis que agora, próximo das eleições, o alcaide tirou um coelho da cartola e prometeu refazer a avenida com recursos próprios, claro exemplo de obra eleitoreira, mas, o que está se consumando é mais uma obra mal acabada, com licitação suspeita, tudo feito nas coxas, pela metade e que ninguém sabe quando irá terminar. A Avenida Luis Couto, cartão de visita da Cidade dos Lagos, não passa de um arremedo; um retrato fiel de uma administração que não vai deixar nada de concreto para o povo vianense durante os seus longos oito anos. Tudo isso somado a falta de visão estética e do desmazelo dos prefeitos antecessores, que também não moveram uma palha para deixar menos medonha a entrada de Viana.

E assim, convivendo com os buracos das ruas e avenidas, os rombos nas contas da prefeitura, trafegamos aos trancos e barrancos, numa via de mão dupla, torcendo para que esta via crucis acabe logo, pois após tanta chibata, flagelo e abandono, o sofrido povo vianense merece chegar a salvo em algum porto seguro.

6 comentários:

sineclaudia disse...

Ate que fim um site que fala a voz do povo. E não a voz da sua chapa. Bom gostei agora vou ser visitante fiel.

Luiz Antonio Morais disse...

Grato pela participação. Sds.

Estudante Adriano disse...

Caro LUIZ. O que acaba de postar é mais uma das inumeras obras inacabadas que temos. outro exemplo e a rodoviaria rural e a arquibancada do outro lado do estadio. outro fato é que a avenida daquele jeito acaba prejudicando a saude dos moradores proximos e tambem os empresarios que ali mantem seus negocios... outro fato: a escola Principe da Paz irá fazer a festa de formatura do maternal no auditorio da Hotel Brisa do Campo, porem muitos país estão desistindo da cerimonia pois o local ta muito sujo em virtude das pessimas condiçoes da avenida, tendo em vista que o traje dos alunos é roupa social branca e são crianças como não irão ta ao termino da cerimonia, falo isso pois meu filho é um dos formandos e nao aprovo o local por esse motivo. como Pai não quero colocar a saúde do meu filho em risco.

Luiz Antonio Morais disse...

Compreendo o caos instalado nesse local. Eu também não iria nem levaria meu filho. O jeito é protestar mesmo. Se todos fizessem isso...
Grato pela participação. Sds.

Anônimo disse...

Caro amigo Luis Antonio,

Viana tá parecendo, ou igual a uma cachorra pirenta, que nem o dono quer.O povo Vianense tá com vergonha de trazer os amigos para pasar final de semana e férias de tão nogenta que ela está. Esse prefeitinho corrupto abandonou mesmo a nossa cidade.

Luiz Antonio Morais disse...

Grato pela participação. Sds.